Você começa a dar uma entrevista e então pensa: Onde coloco minha mão, posso gesticular, será que posso sorrir? Luz, câmera…. mas a linguagem corporal estraga tudo e pode dizer mais do que mil palavras. Por que não pensar em um treinamento para falar com a mídia? Ou você prefere agir como Dunga?

Depois de estrear com vitória, o então treinador da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2010 conquistava o segundo resultado positivo e garantia classificação antecipada para a próxima fase. Tudo conspirando a favor, mas o corpo curvado e o olhar para baixo na entrevista coletiva já denunciavam uma tensão. Não demorou para estourar!

Atente-se para alguns pecados da linguagem corporal. Aquela imperceptível mordida nos lábios revela ansiedade. Um leve tamborilar com os dedos pode ser interpretado como sinal de impaciência. Mas também uma postura sossegada demais pode indicar descaso com o entrevistador e com o público.

Durante a entrevista, procure manter uma expressão agradável. Nada de cara feia. Sorriso é permitido desde que seja apropriado ao assunto. Gesticular também pode, porém de maneira natural, com pequenos gestos concentrados em frente ao corpo.

Tanto no momento das perguntas como nas respostas, o olhar deve ser dirigido para o entrevistador e nunca para a câmera. Não acene com a cabeça enquanto o entrevistador estiver formulando a questão querendo indicar que está compreendendo a pergunta. Mantenha-se neutro e somente altere a expressão quando começar a responder.

Se a entrevista for em pé, a dica é permanecer ereto. Mas cuidado, ereto não significa imóvel. Você pode e deve se mexer delicadamente para não passar a impressão de que está desconfortável. Uma das mãos pode ficar dentro do bolso ou, se preferir, mantenha os braços ao longo do corpo. Evite o balanço do corpo colocando um dos pés defronte ao outro. Isso dará apoio e mais segurança.

As dicas acima são apenas alguns truques para você utilizar o corpo a seu favor. Mas um teste interessante é assistir a uma entrevista sua com o som desligado. Você perceberá o que faz de certo e de errado e poderá melhorar a sua postura. Prontos para entrar em campo?

Link relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu