O velho e bom comunicado de imprensa não sai de moda, mas por que não apostar no vídeo-release? Há muitos anos essa estratégia é alvo de profundas discussões sobre os rumos da comunicação corporativa, mas incrivelmente ainda é muito pouco explorada, com exceções entre as grandes marcas. Por quê?

A mesma pauta que seria trabalhada em texto é apresentada em formato de vídeo de maneira mais concisa e direta. Com a vantagem de atingir com mais eficácia meios eletrônicos e canais de TV via web. Além de proporcionar mais dinamismo na divulgação do assunto, também pode garantir uma amplitude no interesse de quem vai recebê-la.

A adoção desse mecanismo está, naturalmente, atrelada ao tema a ser abordado. O pronunciamento de um executivo sobre um tema factual pode ser uma boa situação para experimentar a nova ferramenta. A abertura de uma empresa, o lançamento de um produto, um destino turístico paradisíaco com imagens atraentes também poderiam pautar um vídeo-release. O material pode servir apenas para despertar o interesse dos editores ou até mesmo ser editado e usado na própria reportagem.

O vídeo-release também pode ser inserido no site da empresa, o que confere uma cara moderna e atual à página. Dependendo do tema, o filme pode ser “viralizado” e se tornar uma ótima ferramenta de fortalecimento da marca. Em um case bem sucedido, o Guinness World Records 2009 foi lançado em vídeo-release contendo a apresentação de histórias mais curiosas do livro. O retorno foi imediato! Estamos falando de 2009.

O vídeo pode requerer doses adicionais de criatividade e conhecimentos de marketing. Basta exercitar! Vamos nessa? Podemos ajudar.

Link relacionado: http://observatoriodaimprensa.com.br/monitor-da-imprensa/a-forca-do-videorelease/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu